Criação de marcas

Nossos serviços

Conseguir captar a atenção dos clientes logo de cara, e ainda demonstrar o que a sua empresa vende, é um sonho para qualquer marca.

Ter uma identidade visual forte, impactante, com elementos pensados para gerar essa percepção é fundamental para as empresas, mas você sabe o que compõe uma identidade visual?

O que é identidade visual?

Partindo bem do início, identidade visual é um conjunto de formas, fontes, cores, símbolos, enfim, um conjunto gráfico, que representa uma empresa ou um produto. Deve ser desenvolvido por especialistas no assunto para conseguir traduzir todo o conceito que a empresa quer transmitir aos seus clientes e ao mercado.

A identidade visual é o primeiro contato com o consumidor!

Quando você vai a algum restaurante, o que você olha no cardápio parece apetitoso, saboroso, até dá pra sentir o aroma daquele prato, apenas olhando para a foto. Ou seja, você primeiro “come” com os olhos, antes de realmente degustar o que o garçom irá lhe servir.

Você primeiro "come" com os olhos

Com a sua identidade visual deve ser da mesma forma, o seu cliente deve conseguir assimilar aquilo que a sua empresa faz, olhando rapidamente para a sua identidade visual. O mesmo princípio serve para a identidade do seu produto, se ele for construído com uma marca forte, cores estudadas através de pesquisa de mercado, fontes que conversem com seu público-alvo, a comunicação já é 50% garantida.

Vamos relembrar um jogo infantil, que brincamos bastante em nossas infâncias: o jogo das mímicas. Você retirava uma palavra, e tinha que realizar o mínimo possível de gestos, para que o seu parceiro de atividade adivinhasse o que você estava querendo transmitir.

Com a sua identidade visual é o mesmo exercício, mas utilizando ícones e fontes!

Essa é a primeira ponte construída entre o seu consumidor, e a sua empresa. É firmado o interesse no momento em que algo chama a atenção, no momento que seus olhos são provocados. No primeiro momento, o que irá atrair interesse do seu cliente, e se a sua marca irá conseguir transmitir a confiança necessária para a compra ou contratação do seu negócio, é a sua identidade visual!

Preciso utilizar um slogan para a minha marca?

Utilizar um slogan como complemento para o seu branding, é muito adequado, pois uma vez que o ícone e o nome da empresa não conseguiram ainda transmitir o seu objetivo para o cliente, o seu slogan deverá concretizar esta tarefa.

Este complemento deve ser curto, direto, e utilizar de palavras fáceis de serem lembradas. Devem ser marcantes para que o seu consumidor possa lembrar facilmente, e satisfazer a curiosidade sobre o objetivo principal da empresa.

Logotipo ou logomarca?

Existe uma discussão entre os criativos sobre a utilização da nomenclatura “logotipo” ou “logomarca”, mas ambas as palavras estão em nosso dicionário com seus respectivos significados.

  • Significado de Logotipo: substantivo masculino Símbolo que, composto por uma imagem, pela estilização de uma letra ou pelo agrupamento de letras de modo a formar um design particular, serve para identificar uma empresa, marca, produto. Tipografia.
  • Significado de Logomarca: substantivo feminino Representação gráfica que contém o nome e o símbolo de uma marca, tornando-a um emblema visual capaz de caracterizar e representar um produto, uma empresa; logotipo. [Por Extensão] Qualquer representação gráfica de uma marca: a logomarca do bar.

Então, não vamos nos estender sobre este assunto de maneira mais profunda. O que podemos aconselhar é: qualquer um serve!

Etapas para o desenvolvimento de uma identidade visual.

  1. Planejamento

A primeira etapa para desenvolvimento de uma comunicação clara e objetiva com o consumidor, é entender claramente o que a empresa quer transmitir. Se o seu negócio não tem um público-alvo definido, nem missão, visão ou valores estabelecidos, ou qualquer outro planejamento, qualquer tentativa de construção de uma imagem para o seu estabelecimento será nula. Ou seja, antes de querer abrir as suas portas, você deve ter algo bem claro em sua mente: seu objetivo!

Defina um objetivo para que sua marca tenha significado

  1. Briefing

Este é o passo de levantamento de requisitos, ou seja, vamos colocar no papel, o que a empresa quer transmitir aos seus consumidores. Neste momento são levantados também, alguns gostos pessoais de cada cliente, como estilos, cores, hobbies, lugares, sonhos, etc.

Temos como convicção de que a marca da sua empresa, deve representar os seus objetivos, e se a empresa nada mais é do que o reflexo dos seus proprietários, seus sonhos e desejos devem estar representados, para que sempre que observar a sua marca, você se lembre para onde está caminhando.

Nesta etapa, algumas perguntas básicas são levantadas, como por exemplo:

  • De uma forma simplificada, como você descreve a sua empresa?
  • Utilizando menos de 10 palavras, como você descreve o seu melhor produto?
  • Como você quer que a sua empresa seja reconhecida?
  • Qual é o seu público-alvo?
  • Qual o seu diferencial perante os seus concorrentes?
  • Cite 3 concorrentes diretos da sua empresa?

Esta conversa inicial será fundamental para construir este conjunto de ícones, cores e fontes que irão formar a primeira impressão que seu público irá ter da sua empresa.

  1. Pesquisa

Após definir para onde você quer caminhar, e quais as suas necessidades, nós teremos uma base mais sólida para começar a construir a sua marca. Poderemos estruturar melhor a comunicação, utilizando de pesquisa de mercado, pesquisa de concorrentes, análise de tendências nacionais e até mundiais, análise de cores e fontes, e construir não só um ícone, mas uma MARCA!

  1. Análise

A forte tendência hoje é fazer uso da simplicidade. Quase não se vê mais grandes marcas utilizando “degrades”, ícones complicados, letras finas e delicadas e uma multidão de tipos de fontes diferentes. Claro que isso varia de acordo com o negócio, como por exemplo, um salão de beleza requer um requinte para conversar com seu público-alvo, mas tudo deve ser estudado previamente, e testado em diversas aplicações.

  1. Testes e aplicações

Quando falamos que as aplicações devem ser “testadas”, é fundamental que a equipe que está trabalhando na sua nova identidade visual, tenha conhecimento de mercado, de materiais e também de produção. Nós já tivemos casos de clientes que achavam a sua marca maravilhosa na fachada da empresa, mas que a aplicação do seu ícone nas redes sociais, acabava ficando um emaranhado de cores dispersas e sem sentido.

Portando é muito importante que na concepção da sua nova marca, a empresa que estiver trabalhando tenha conhecimento sobre este assunto, realizando testes e ajustes de aplicações em diversas áreas e diversos materiais, como por exemplo:

  • Cartão de visita;
  • Papel de carta;
  • Fachada;
  • Letra caixa;
  • Ícone do site no navegador;
  • Aplicações em redes sociais, com diversos formatos;
  • Aplicações em negativo (com fundo escuro);
  • Aplicações em preto e branco;
  • Uniformes estampados e bordados;

Ainda neste exemplo, tivemos alguns casos de clientes que o ícone da marca era muito bem aplicado em diversas locais, mas quando foi necessário implementar um uniforme para os vendedores, foi requisitado que fossem camisas sociais, com a marca bordada, e infelizmente não foi possível pois não existia equipamento capaz de conseguir bordar linhas tão finas e tão juntas, de forma eficiente. Acabava restando um quadrado com 3 cores diferentes.

  1. Manual

É imprescindível nos dias de hoje, com tantas aplicações, tantos canais de comunicação, e uma infinidade de fornecedores, que na entrega final do seu projeto de identidade visual, branding ou marca, a empresa forneça também, um manual simples e objetivo de como a marca deve ser aplicada.

Neste manual deverão conter os códigos das cores nos formatos CMYK (Cyan, Magenta, Yellow e Black) para aplicações em materiais impressos, RGB (Red, Green e Blue) para aplicações em materiais digitais, e a melhor aproximação na escala PANTONE ®, para quando for necessário a utilização para impressão em uma única cor, como por exemplo, em embalagens de sacos plásticos, que fazem uso de cores puras para comunicação.

No manual também devem conter o nome das fontes utilizadas, e quais os espaçamentos mínimos seguros para aplicação da marca em ambientes com muitos elementos ao redor.

Este é um exemplo de manual de identidade visual completo e perfeito, do Rotary Club International. Ele é seguido mundialmente por todos os clubes de Rotary que são filiados a instituição. Fica claro e objetivo qual o propósito da empresa, onde atua, como utilizar a marca e quais os exemplos que não devem ser seguidos.

Clique e baixe o manual internacional do Rotary Club

Elementos obrigatórios

Não existe uma obrigatoriedade de elementos na construção de uma identidade visual. Estas opções variam de acordo com o negócio, localização, público-alvo, produto ou serviço ofertado, etc.

Uma marca deve ter obrigatoriamente um ícone? Não necessariamente. Temos inúmeros casos onde grandes marcas são construídas somente com fontes e textos, e conseguem transmitir o que as suas empresas entregam de melhor.

Exemplos de marcas que não possuem ícones

Ao longo do tempo a sua marca pode começar a eliminar alguns ítens para simplificar a comunicação, mas isso claro deve ser feito com muita cautela, baseado em um posicionamento e lembrança de marca muito eficientes. Veja alguns exemplos:

Exemplo de marcas que são reconhecidas sem qualquer texto

O slogan também não é um item crítico e fundamental. Se a sua identidade já está transmitindo tudo o que o consumidor precisa assimilar, o slogan pode ser utilizando como complemento, ou as vezes nem ser utilizado.

O que interessa nesse caso é passar ao cliente o que a sua empresa vende, qual o seu produto, quais os benefícios que o seu consumidor terá comprando a sua marca, se o seu público se identifica com ela, e principalmente, se a sua marca consegue transmitir a confiança necessária para que o seu cliente troque o seu dinheiro, pelo que a sua empresa está vendendo.

Variações de uma identidade visual

No processo de criação, é necessário que a equipe que esteja desenvolvendo, consiga prever a utilização em diversos formatos, pois nem sempre teremos as condições perfeitas de aplicação.

Um exemplo é um banner horizontal em um site. O espaço é muito mais largo do que alto, e se a sua marca for vertical, ou seja, for construída de forma e ser mais alta do que larga, provavelmente ela não terá a visualização necessária para impactar o seu cliente.

Um outro exemplo clássico, são as marcas com muitas cores. Em aplicações como folhetos, assinatura de publicações, entre outros materiais, ela necessariamente precisará ter um contorno espesso, ou ter um quadro branco de fundo para que possa ser legível, e muitas vezes isso foge completamente do conceito que estava sendo seguido para o desenvolvimento daquela peça.

A sua marca deve ser pensada para ter uma ampla aplicação, tanto no positivo, com as cores originais intactas, quanto no negativo, com fundo escuro ou de outra cor, e que ainda assim o leitor consiga definir os elementos.

Claro que é impossível prever todos os locais onde a sua marca estará, mas a nossa equipe já trabalhou com diversas marcas, tanto no digital, quanto no impresso, e temos uma experiência bastante grande com esta área.

Preciso registrar a minha marca?

A nossa resposta para todos os clientes que nos fazem esta pergunta é: mal não faz!

É um processo um pouco demorado, pois se trata de um órgão do governo, mas pode ser feito por você mesmo, ou pela sua equipe.

O órgão no Brasil responsável pelo registro de direitos autorais de marcas e patentes, é o INPI, e pode ser acessado através do endereço http://www.inpi.gov.br/

O que colocar no meu cartão de visita?

Muita gente acredita que o cartão de visitas deve ter todos os dados da empresa, mas isso já é meio caído a bastante tempo. Um cartão de visitas deve ter as informações básicas do seu portador, ou seja, deve ter as informações da pessoa que você está conversando, e está querendo um contato posterior, após sair do ambiente que estão.

A nossa sugestão para um cartão de visitas eficiente, é que contenha, claro, a identidade visual da empresa, com a marca estampada de forma clara e bastante legível. Este material deve também conter o nome da pessoa com quem o seu cliente está tendo contato. De nada adianta você ter um cliente em potencial, se posteriormente ele não sabe com quem conversou.

No cartão também devem conter o site da empresa, telefone e o e-mail dessa pessoa, para que a comunicação seja direta, sem transmissões desnecessárias, podendo ocasionar o desvio da mensagem.

Dados como endereço, CEP, telefone comercial, redes sociais, etc. Somente em casos de extrema necessidade. Estes dados podem ser facilmente conseguidos acessando o site, ou com uma rápida pesquisa no Google, com o nome da empresa, e não são tão importantes quanto mostrar ao seu potencial cliente, os meios para que ele possa entrar em contato contigo, e retomar a conversa que estavam tendo.

Pronto para renovar a sua empresa?

Se você chegou até aqui, saiba que estamos aptos e qualificados a apresentar uma nova identidade visual para o seu negócio ou produto, e que temos o compromisso de que esta marca seja forte e impactante em sua área de atuação.

Uma premissa básica que temos antes de qualquer apresentação aos nossos clientes é: se eu fosse o público-alvo desta empresa, eu “compraria” esta marca?

E dessa maneira temos construído marcas relevantes para o mercado, com a satisfação dos clientes que temos atendido.

Marcas

Veja alguns clientes

Estas são algumas marcas apresentadas aos clientes que a Rock Pixel já desenvolveu.

Primeiros Passos em Economia e Cidadania

Não somente na vida empresarial, mas também na vida pessoal, controlar os gastos é um assunto delicado.

Pensando nisso, o projeto "Primeiros Passos em Economia e Cidadania" proporciona assessoria nesta área para toda a população, já que os colaboradores do programa não visam fins lucrativos e é mantido pela Unioeste, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

A Rock Pixel aderiu a esta iniciativa, e em forma de doação, criou a identidade visual do projeto para divulgar este programa social.

Agronegócio Brazil

Um projeto para centralizar as informações dispersas do agronegócio no Brasil.

Este cliente nos apresentou um projeto grandioso e inovador: centralizar as informações do agronegócio em todo o Brasil, de uma forma que os produtores rurais poderiam entender, segmentado por áreas de atuação, utilizando inteligência artifical para sugerir os melhores temas para que estejam sempre informados.

Abraçamos a ideia e estruturamos uma identidade forte e simples, perfeita para utilização nas mídias que este cliente está querendo adentrar.

Dafele Nail Lounge

Um lounge para mulheres que buscam o melhor!

A Dafele estava de mudança para um novo endereço, mais amplo, com um novo conceito e com muito desejo de investir.

Entregamos uma identidade visual buscando a simplicidade, aplicação em diversos materiais e que transmitisse esse novo sentimento que todo esse crescimento está trazendo para a marca.

Daio Parts

Uma marca forte para o homem do campo

Esta empresa de peças para equipamentos agrícolas chegou até nós com a preocupação de passar uma identidade forte ao produtor rural. Tinha também a preocupação de que esta identidade fosse legível nas aplicações das peças, fosse de fácil memorização e que tivesse uma embalagem agradável e chamativa.

Entregamos o pacote completo com alguns upgrades.

Nectunt

Uma empresa de consultoria de softwares para CRM, com muito conhecimento

A identidade visual foi baseada na palavra Nectunt, que em latim significa “link”, e também na coruja, que no dito popular, é a detentora da sabedoria e também do conhecimento.

Mariana Bittencourt

Popularizar a educação da língua inglesa sempre foi o desejo dessa grande professora. Construímos uma identidade a sua altura.

A Mariana Bittencourt chegou até nós com um projeto muito bacana, de popularizar o ensino da língua inglesa para todos com seu projeto digital. Realizamos as pesquisas de mercado, e entregamos uma identidade visual pensada para todos os usos que seriam necessários. Os elementos foram baseados em seus sonhos e aspirações, para que sempre que ela olhar para sua identidade visual, pudesse ver os seus objetivos, além de comunicar ao público qual o seu ramo de atuação.

Me interessei pelo serviço

Quero minha identidade visual

A primeira etapa é definir o que você realmente quer transmitir com a sua nova identidade visual, como por exemplo, qual o meu público alvo? Quais os meus diferenciais? Qual a mensagem que meu público deve ter ao visualizar a minha marca?

Estas são algumas questões iniciais que com certeza poderemos detalhar melhor em nossa conversa sobre seu projeto.

Preencha o formulário com seus melhores dados que dentro de pouquíssimo tempo entraremos em contato para conversar um pouco mais sobre as suas necessidades.

Aguardamos seu contato!

Me interessei pelo serviço

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades da Rock Pixel

Assinando nossa newsletter, você receberá diretamente em seu e-mail todas nossas atualizações. Todas as informações inseridas aqui são de total responsabilidade da Rock Pixel e não iremos divulgá-las ou utilizar em campanhas de marketing de terceiros. 

Carregando...