Blog Rock Pixel

Novidades do marketing digital

Qual a diferença entre marketing, publicidade e propaganda?

Em diversas reuniões de prospecções de clientes, eu me deparado com a seguinte frase:

“Quero melhorar o marketing da minha empresa” com a variação de “Eu quero expandir o marketing da minha empresa”.

“Eu já estou fazendo marketing no Facebook e no Instagram”.

Ou ainda, “Eu impulsionei uma publicação no Facebook pra melhorar meu marketing”.

Nada disso é marketing. É publicidade!

Antes de iniciar qualquer explicação sobre o conceito das três áreas, eu quero ressaltar que a publicidade E a propaganda, são ferramentas que são utilizadas pelo marketing, para as ações serem divulgadas, nos canais programados, para atingir o público-alvo que foi estipulado no planejamento.

Entender estes conceitos podem ser decisivos se a sua empresa está passando por uma expansão, lançando um novo produto, ou precisando entender um pouco mais sobre o mercado e público-alvo onde sua empresa está inserida.

Se a sua empresa ainda não possui uma pessoa ou um setor, que trabalha para melhorar a imagem e percepção dos seus clientes no mercado, então a sua empresa está perdendo muito para a concorrência.

Sem mais delongas, vamos ver se esse tal do Marketing é somente postar nas redes sociais.

O que é publicidade?

Quando você publicou aquela imagem do seu produto ou serviço no seu Instagram, e colocou um texto bem descritivo, mostrando as qualidades do que está vendendo, chamando o público para provar e conhecer a sua loja, este é um texto publicitário.

A publicidade utiliza formas e meios de comunicação para divulgar o que você está querendo vender, e também estimular o consumidor a realizar a compra.

Esta é uma ação publicitária, muito bem feita por sinal!

Quais mídias a publicidade usa?

Na publicidade você pode utilizar diversos meios de divulgação, como o próprio Facebook ou Instagram, que são meios digitais (online), onde não há a necessidade de impressão, além dos meios fora do digital (off-line), como panfletos, banners, cartazes, outdoors, e também os comerciais de TV.

Aqui você deve usar das estratégias de persuasão para conseguir transmitir para o seu cliente, o que você deseja vender, contendo as informações que são necessárias para que ele possa tomar a decisão.

Quais estratégias posso usar na publicidade?

Falar sobre as vantagens do seu produto, é uma das formas de mostrar como ele é melhor do que o da sua concorrência. Como seu produto vai melhorar a vida do seu cliente, fazendo ele economizar tempo ou dinheiro, ou ainda demonstrando como seu produto vai facilitar a minha, se eu comprar.

Se você divulgou um vídeo comparando seu produto com outro semelhante da concorrência, então você utilizou uma estratégia da publicidade para divulgar sua mercadoria.

Quando você mostra que um produto está em promoção, com cartazes, chamadas na TV, e outras divulgações em mídias, você também está fazendo publicidade da sua marca.

Independente do veículo utilizado, ações publicitárias server para divulgar o seu produto ou sua oferta

Mas onde entra a propaganda?

Este é um assunto bem delicado, pois o Conselho Executivo das Normas-Padrão (CENP), informa que publicidade e propaganda tratam ambas de “qualquer forma remunerada de difusão de ideias, mercadorias, produtos ou serviços”.

Ou seja, a entidade que foi fundada para assegurar que os anunciantes, agências de publicidade e veículos de comunicação, tenham uma boa relação comercial, oficializa que publicidade e propaganda são a mesma coisa.

MAS, no meio acadêmico, a situação é bem diferente...

Afinal, o que é propaganda?

Lembra que de 2 em 2 anos temos aquelas aparições de políticos em diversos canais de divulgação? Qual é o nome que aparece antes desse monte de gente prometer mundos e fundos nas campanhas?

Propaganda para divulgar ideias e causas

Isso mesmo! Horário reservado à propaganda eleitoral gratuita.

A propaganda está muito mais ligado a defesa e a propagação de causas e ideologias, enquanto a publicidade está muito mais conectada e promoção de empresas, marcas, produtos e serviços.

A propaganda é só política?

Não, de forma alguma. Os políticos utilizam da propaganda para divulgar as suas ideologias, mas temos diversas outras formas de utilizar a propaganda em nosso cotidiano.

A famosa figura do Tio Sam é uma propaganda do Governo Americano na época da 2ª guerra

Os religiosos também utilizam da propaganda para falar sobre as suas doutrinas e princípios, assim como os rotarianos, que fazem parte de clubes de Rotary pelo mundo, utilizam da propaganda para promover seus projetos.

Quando o seu assunto é muito mais ideológico, ou que atinja ideias, doutrinas, causas ou princípio das pessoas, então você irá utilizar a propaganda, ao invés da publicidade, e para isto deve ter conhecimento das técnicas corretas, para que a sua mensagem possa ser amada pelas pessoas com quem deseja conversar.

E o marketing? Onde entra?

Este é o cabeça de tudo. Daqui saem as estratégias para que a publicidade e a propaganda possam ter resultado. É aqui onde as metas são estabelecidas e os resultados são avalidados.

Segundo a American Marketing Association, “o Marketing é uma atividade, um conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para os consumidores, clientes, parceiros e sociedade em geral”.

Colocando em uma visão mais prática, uma empresa é fundada para resolver algum tipo de problema, onde uma parcela da sociedade trocaria seu dinheiro, para que a sua empresa resolva este problema em particular.

Mas como essas pessoas irão saber que precisam desse produto ou serviço que a sua empresa oferece, se talvez elas nem saibam que precisam disso?

Fazer você comprar algo que não precisa, por um preço que você não pode pagar, é marketing?

Como o marketing trabalha?

É aqui que entram as cabeças pensantes, com uma visão macro da empresa!

Se as pessoas nem sabem que seu produto existe, então é uma novidade no mercado. Mas qual a fatia desse mercado estariam dispostas a trocar seu dinheiro, para resolver o problema delas?

Nessa etapa entra a pesquisa de mercado, pesquisa de opinião, coleta de feedbacks de clientes, entre diversos outros pontos.

“Marketing é importante demais para ser entregue ao departamento de marketing” - David Packard, fundador da HP

Outro ponto muito pouco explorado do marketing, é como os seus funcionários enxergam a marca para o qual eles trabalham? Qual é a visão que o seu colaborador tem, do produto que ele fabrica?

Endomarketing é promover os seus funcionários

Isto é chamado de Endomarketing, onde uma divisão da empresa trabalha junto aos funcionários, incentivando com diversas ações, como por exemplo, cursos, treinamentos, prêmios, sempre pensando no bem estar dessa pessoa, desenvolvendo a imagem de um bom lugar para se trabalhar, reduzindo inclusive a rotatividade de funcionários (turnover).

Marketing é a espinha dorsal

O conceito de marketing deve estar enraizado na empresa, tendo braços em todos os departamentos. Deve ser a essência do seu negócio!

Tudo tem que estar ligado!

O marketing deve conhecer a estrutura como um todo. Deve ter um bom relacionamento com os fornecedores, sabendo de onde vem os produtos que irão compor o seu produto, e até utilizar isso em favor da imagem da empresa.

Um exemplo disso é o selo FSC, que vemos em muitos produtos por aí. Este selo informa que o papel utilizado para a impressão daquela embalagem ou material de divulgação, tem a origem comprovada de empresas que promovem a exploração legal e responsável de árvores e florestas, promovendo inclusive, reflorestamentos.

Marketing para vendedores?

Sim, o marketing deve estar muito ligado a equipe de vendas. Estes setores deveriam estar colados nas empresas, se não na mesma sala.

Sem vendas, nenhuma empresa sobrevive, e as estratégias de marketing devem ser muito bem definidas e aplicadas também para sua equipe de vendas.

O marketing e os vendedores devem estar muito ligados

De que adianta criar uma campanha promocional, que é a área de publicidade, gerar muitas chamadas e pedidos de atendimento, se a sua equipe de vendas não faz a menor ideia do que estes clientes estão pedindo.

Outro ponto a ser avaliado, é que não existe ninguém melhor dentro da sua empresa para responder a seguinte pergunta: Por que determinado cliente não comprou?

O vendedor está ali, se não cara a cara, mas em contato direto com o consumidor, e ele sabe definir em poucas palavras, por que a venda não foi realizada.

Esse cara tem o feedback imediato do cliente, e vai saber passar para o setor de marketing, quais os motivos onde o fechamento está fracassando, e aqui podem ser diversos motivos, como por exemplo uma chamada que não foi impactante o suficiente, concorrência abaixou os preços, a qualidade do produto não era a esperada, não atendeu a necessidade do cliente, entre outros.

O importante é ter esse conhecimento, para que a equipe de marketing possa trabalhar com estes dados, e não errar novamente.

O famoso 4p!

Em algum momento da vida do empreendedor, você já ouviu falar dos famosos 4p’s do marketing: produto, preço, praça e promoção.

Os 4 p's do marketing

O produto está relacionado ao que será comercializado pela sua empresa, que pode ser um produto físico, ou também um serviço. Depende da sua área de atuação.

O preço, é quanto a sua empresa vai cobrar, para resolver aquele problema que o seu público-alvo está esperando que seja solucionado. Isto pode variar referente ao seu produto, serviço, área de atuação e também ao lucro que deseja ter com cada venda.

A praça está ligada ao canais de distribuição, pontos de vendas (PDV), também a logística de como este produto irá ser entregue ao cliente, ou como o cliente chega até a este produto.

E finalmente, a promoção são as estratégias que você irá utilizar, para divulgar este produto ou serviço para os seus clientes, seja ele através de comunicação, ações promocionais, relações públicas, etc. E é aqui que a publicidade entra. Somente no final do processo.

Como escolher entre as áreas?

Se você está saindo do ensino médio, e buscando uma opção para começar a construir a sua carreira, em uma destas áreas, a primeira dica é conversar.

Converse com os coordenadores destes cursos em faculdades e universidades que você tenha acesso em sua cidade ou região. Converse com os profissionais destas áreas dentro das agências próximos a sua região, e por que não, envie e-mails para as grandes agências, telefone, descubra estas pessoas no LinkedIn. Eu tenho certeza de que elas terão tempo pra conversar.

Estou também a disposição, se precisar de alguma dica ou sugestão: http://bit.ly/2YPpnr8

Utilize também seu tempo livre para estagiar em empresas, e descobrir na prática como funciona o processo. Existem muitas agências pelo pais todo, que oferecem estágios para pessoas que tem mais vontade do que experiência.

Para auxiliar um pouco este processo de decisão, tente imaginar algo que você faria de graça, sem cobrar qualquer valor, em um domingo de manhã. Tente se imaginar tendo que fazer este trabalho, em uma sexta-feira a noite, quando todos estão saindo para o happy-hour. Você se sentiria bem fazendo isso?

No Marketing, você vai ter que lidar com muitas situações, inclusive de outros departamentos, como vendas, logística, divulgação, financeiro, etc. Seu cotidiano será coletar dados, estuda-los, e tirar as conclusões que levarão esta empresa para o próximo degral.

Na publicidade, você tem diversas áreas de especialidade, como mídia, direção de arte, direção de criação, planejamento, entre outros, e em cada uma delas será exigido uma habilidade diferente. Nem toda pessoa criativa consegue trabalhar com planejamento, e nem toda pessoa muito lógica irá conseguir desenvolver um texto de 2 mil palavras para um blog.

Se optar pela propaganda, saiba que você terá que ser muito convincente, e sua retórica terá que ser bem afiada, pois a habilidade de falar, debater e convencer as pessoas, serão as suas principais ferramentas de trabalho.

No mais, você tem sempre a possibilidade de mudar. Se não está gostando da área que escolher como formação, você pode sim trabalhar para se reposicionar no mercado de trabalho. Existem muitos cursos e formações a distância, onde você pode se especializar em diversos assuntos.

Nunca fique preso a um trabalho que você não se sente bem fazendo. Se você está fazendo isto somente pelo dinheiro, então a sua vida será sempre pagar boletos.

“Se você pensa que é um derrotado, você será derrotado.” Napoleon Hill

Esta frase é muito forte, pois se você pensa, visualiza e mentaliza que vai conseguir, então você está certo! Se você pensa o oposto, que não vai conseguir, então você também está certo!

O poder da mudança só depende de você!

 

Gostou desse conteúdo? Fez a diferença para o seu negócio ou para sua equipe? Comente aqui em baixo e me diga como utilizou e que resultados obteve!

Acesse nossos canais e curta as nossas publicações.

Facebook: http://bit.ly/2W8buY0

Twitter: http://bit.ly/2VTBsd5

YouTube: https://bit.ly/2YNQseg

Instagram: http://bit.ly/2YQMEc6

LinkedIn: http://bit.ly/2YPpnr8

Messenger: http://bit.ly/2QrpuGt

 

Aproveite para comentar quais ideias teve, e como irá começar a colocar em prática.

Lembre-se de curtir o vídeo no YouTube, seguir o nosso canal e ativar o sininho para receber sempre em primeira mão as novidades.

Siga também a nossa página no Facebook, que trás sempre conteúdo exclusivo e relevante para seu negócio.

Este foi mais um Mudando Mindset da Rock Pixel Digital, hoje explicando a diferença entre Marketing, Publicidade e Propaganda para você gravar com facilidade, o que faz cada área.

Grande abraço e lembre-se: você é do tamanho da sua mente!

Sucesso!

Fabricio Gwadera

Profissional de internet, fundador da RockPixel e nas horas vagas não desgruda da telinha.

Anúncio

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades da Rock Pixel

Assinando nossa newsletter, você receberá diretamente em seu e-mail todas nossas atualizações. Todas as informações inseridas aqui são de total responsabilidade da Rock Pixel e não iremos divulgá-las ou utilizar em campanhas de marketing de terceiros. 

Carregando...